Posted in Maio 2015

Sim, cinema

Aposto que já aconteceu, e mais de uma vez, de você sair do cinema embriagado pela história e pelo personagem a ponto de tomar emprestado um sentimento. Ou deixou a sala escura com uma lágrima indiscreta que insistia em se disfarçar de resfriado, mas na verdade era pura emoção. Também aposto que já achou a … Continuar a ler