Posted in Setembro 2014

Simplesmente amor

  O filme inglês é de 2003 e foi lançado perto do natal, período em que todo mundo abre o coração só porque é natal. Logo na primeira cena há uma colagem interessante e real de encontros e reencontros filmados no aeroporto de Heathrow em Londres. Uma câmera ficou aberta algumas semanas só para flagrar … Continuar a ler

Filhos sem fronteiras

Sempre sonhei em morar no exterior. Não a vida toda, mas passar um tempo fora me pareceu interessante desde que eu era uma menina. O problema é que quando eu era menina viajar de avião me parecia impossível, quanto mais morar no exterior. Intercâmbio era coisa para filho de gente rica, muito rica. Meus pais … Continuar a ler

Meditação da lua cheia

Tenho uma canga que espalhei no chão. Um palito de incenso aceso está enterrado na grama perfumando o ar para o lado que o vento venta.  Olho para o coelho que só quem é romântico enxerga na lua cheia. Ele está olhando para mim e vamos conversar em alguns instantes. Meu corpo está acomodado para … Continuar a ler

Prometo falhar

  Comecei a amar-te no dia em que te abandonei. Foram as palavras dele quando, dez anos depois, a encontrou por mero acaso no café. Ela sorriu, disse-lhe “olá, amo-te” mas os lábios só disseram “olá, está tudo bem?”. Ficaram horas a conversar, até que ele, nestas coisas era sempre ele a perder a vergonha … Continuar a ler

No sofá do Théo

Se tem um programa que eu não perco de jeito nenhum é Sessão de Terapia. A ideia original é de um psicanalista lá de Israel que vendeu o formato para o Brasil e Estados Unidos. Fazer terapia deveria ser obrigatório, como é obrigatório ir para a escola.  Se todo mundo tem que aprender as quatro … Continuar a ler

Detox da alma

Todos os dias recebo receitas que prometem melhorar meu dia. São as chamadas detox, nomenclatura que virou modinha entre os descolados. Se eu precisar perder barriga e afinar a cintura é só misturar suco de laranja, gengibre e folhas de couve. Bater tudo, fazer um suco e viver disso por alguns dias ou substituir uma … Continuar a ler

Magia ao luar

  “Magia ao luar” Adoro quando a luz da sala de cinema se apaga e a expectativa de assistir um novo filme do diretor Woody Allen começa. O formato é sempre o mesmo: o jazz ao fundo, atores apresentados em ordem alfabética, Juliet Taylor no casting, está tudo lá do jeito que eu espero que … Continuar a ler