Posted in Março 2012

Pé no chão.

Minha mãe foi logo perguntando se eu gostaria de aprender a tocar piano. Nada mais natural para quem respirou música a vida toda. E eu, como boa filha,  respondi que sim. Mas posso confessar uma coisa ? Estudar música, pra quem não gosta, é muito chato ! E eu frequentei as aulas por dois longos … Continuar a ler

No final, o final de sempre.

Gosto muito de cinema. Sempre comparo o cotidiano com a cena de algum filme. É involuntário, as cenas dançam na minha cabeça e me vem a memória . Já me acostumei com isso e sempre acabo citando um ator, atriz ou diálogo da sétima arte que exemplifique o que eu quero dizer.  Outro dia revi … Continuar a ler

A filha do dentista.

Uma tarde dessas, ainda em São Paulo, a pulseira de couro do meu relógio arrebentou. Pensei em procurar um sapateiro que pudesse costurar, muito mais simples e barato do que trocar por uma nova. Lembrei da sapataria São José, na rua que eu morei quando era menina. Será que eles ainda existiam ? Estavam lá. … Continuar a ler

Tem Coca ??

Foi assim que uma conhecida pediu, sem querer, dez latinhas de coca cola num restaurante americano. Quer mais ? Não é a toa que os portugueses são tema favorito pra piadas. É que eles levam tudo ao pé da letra . Os portugueses são os reis da objetividade e do infinitivo. Falar no gerúndio, essa mania brasileira de ser, atrapalha o raciocínio lógico . Tenho um amigo que estava em Belém com a família e foram comer os famosos pastéis , deliciosos, por sinal. Como a turma era grande, e pensando em facilitar para o garçon, todos pediram coca … Continuar a ler

São Paulo, 20 de setembro de 1991.

Querido diário, Hoje acordei muito bem disposta. Meu barrigão de grávida nem parece que está aqui há nove meses. Rápido, né ? Parece que foi ontem que descobri que ia ser mamãe. Como será o meu bebê ? Não quero saber se é menino ou menina. Prefiro surpresa. Mas acho que vai ser menina. A … Continuar a ler

Medo de barata.

  Recentemente aluguei um apartamento no 12° andar em Brasilia, onde vivo há quatro anos. Aqui do alto consigo ver a linha do horizonte, até onde a vista alcança . Lembro do dia que cheguei . Feliz da vida, cheia de esperanças e algumas incertezas. E quer saber ? Deu tudo errado. Tudo mesmo. Todos os meus sonhos foram por … Continuar a ler

Os dez centímetros a mais.

Outra noite, no programa de entrevistas do Zé do Caixão no canal Brasil, a Geisy Arruda (aquela que foi barrada na faculdade por causa do vestido),  ao ser indagada sobre sua estatura , devolveu  a pergunta : “ o que é estatura ?? “ . Pasmem. Nem quero falar sobre o fato de ela não conhecer a palavra. Dispensa maiores comentários, coitada.  O que me chama atenção é o padrão de beleza . Faça o teste : peça pra qualquer um idealizar e descrever uma pessoa linda. Posso apostar que a grande maioria vai começar pela estatura ( Geisy, estatura = altura, tá ?? ) . … Continuar a ler

Quando a fé é cega.

São tantos os apelos emocionais que envolvem o poder da fé que se não tomarmos cuidado, passamos ridículo. Pense bem : você nasce e já é inserido numa religião cheia de conceitos prontos. Se vai seguir ou não, só o tempo e a maturidade vão dizer. Mas que alguns deles acabam ficando dentro de nós, ninguém … Continuar a ler

Coisa de menina.

Da cobertura daquele edifício, num bairro bacana de São Paulo, dava pra ver um pouco da cidade. As meninas ficavam no terraço, perto da casa das máquinas e longe das portas com avisos de Perigo !!  O assunto era quase sempre o mesmo : meninos. O que estariam fazendo naquele momento lá na escola ? Será que já era recreio … Continuar a ler